para escutar!

NIRVANA NO LOLLAPALOOZA 1994 E O EP NUNCA LANÇADO

No começo de 1994, o Nirvana estava cotado para ser um dos headliners do Lollapalooza, mas, devido à saúde de Kurt Cobain, eles cancelaram. Com o fim da banda, o Nirvana nunca tocou no festival, porém, se faz presente na história do Lollapalooza, através do fato contado neste post.

“Eles estavam totalmente confirmados…”

NIRVANA NO LOLLAPALOOZA 1994

De fato, a banda era um sonho de consumo antigo do festival, que já havia flertado com a banda, provavelmente, entre 1992 e 1993. Nessa época, o Lollapalooza consolidou seu sucesso e teve em seu line-up outras bandas de Seattle, como Pearl Jam, Soundgarden e Alice In Chains.

nirvana-1994

Em entrevista ao repórter Jon Savage, em 22 de julho de 93, Kurt Cobain confirma o fato, dizendo que a única “tentação financeira” que o Nirvana havia recebido era uma participação no Lollapalooza, que renderia à banda um total de 6 milhões de dólares.

No começo de 1994, diversos jornais confirmavam a presença do Nirvana no Lollapaloza 94, porém, no dia 13 de janeiro, o Baltimore Sun negava o fato, mas afirmando que as negociações ainda estavam rolando.

No final do mesmo mês, a banda tinha uma sessão de gravação no estúdio Robert Lang, em Seattle, na qual, além de outras canções demo, a banda gravou “You Know You’re Right”, a última música do Nirvana.

Os boatos da turnê no Lollapalooza 1994 continuaram durante fevereiro e março. “O Nirvana havia confirmado que compareceria ao festival. Naquele momento não havia nada por escrito, mas eles estavam totalmente confirmados e estávamos trabalhando para finalizar os contratos”, disse Marck Geiger, promotor do evento. Especulava-se que a banda ganharia 8 milhões de dólares com a bilheteria.

No primeiro dia de março, o Nirvana realizou, em Munique, o seu último show, já que, devido a problemas na voz de Cobain, o resto da turnê europeia foi cancelada, com algumas datas sendo adiadas. Para piorar, Kurt realizou uma tentativa de suicído em Roma, mas os médicos do Hospital Policlínicas Umberto I conseguiram reanimá-lo. Em 12 de março, Kurt retornou para Seattle para se recuperar. Muitos de seus amigos pensaram que ele havia sofrido uma overdose acidental.

O assunto do Lollapalooza permanecia em alta, mas Kurt Cobain hesitava em realizar shows no ambiente de festivais e argumentava que não queria viajar durante tanto tempo. Courtney Love dizia que ele deveria aceitar a oferta, ainda mais com as ameaças de processos devido aos recentes shows cancelados.

A novela só teve fim no dia 6 de abril de 1994, quando o Los Angeles Times publicou uma nota que a banda havia desistido do festival. No dia seguinte, o Lollapalooza confirmou o cancelamento. E então, no dia 8 de abril, o corpo de Kurt Cobain foi encontrado em Seattle. Os exames póstumos apontaram que ele havia morrido três dias antes.

jornal-kurt-cobain-suicídio-1994-pixel

NIRVANA LOLLAPALOOZA EP

Após o suicídio de Cobain, o mundo anseava por produtos e novas canções da banda, e em um curioso artigo da revista Rolling Stone, publicado em junho de 1994, apresentava o cancelamento de alguns antigos projetos da banda, devido ao ocorrido.

No artigo, Ray Farrell, que trabalhava no departamento de vendas da Geffen, comenta que gravadora tinha cancelado dois projetos: o terceiro single do In Utero, “Pennyroyal Tea”, que teve uma limitada prensagem alemã após o suicídio de Cobain, e um EP que seria lançado durante a turnê do Lollapalooza, que a banda deveria participar no mesmo ano.

pennyroyal-tea-single-pixel

OS OUTROS EPs DO NIRVANA

A citação confirma a existência dos planos do EP Lollapalooza Tour, sendo que esse, seria o terceiro lançamento do Nirvana para capitalizar uma turnê. A banda já havia lançado o EP Blew, para a sua primeira turnê europeia em 1989, e o EP Hormoaning, em 1992, para sua primeira turnê na Ásia e região do Pacífico.

Blew foi lançado em outubro de 1989 apenas no Reino Unido, pelo selo Tupelo, e continha quatro músicas: “Blew” e “Love Buzz”, versões do Bleach, e “Been A Son” e “Stain”, até então inéditas. Já Hormoaning, foi lançado no dia 5 de fevereiro de 1992, no Japão e Austrália. O disco tinha seis canções: “Aneurysm” e “Even In His Youth”, b-sides do single de “Smells Like Teen Spirit”, e os covers “Turnaround” (Devo), “D-7” (Wipers), “Son Of A Gun” e “Molly’s Lips” (The Vaselines), gravadas no programa John Peel Session, na BBC Radio, em 1990.

nirvana-eps-blew-hormoaning-pixel

COMO PODERIA TER SIDO ESSE EP DO NIRVANA?

Com a triste fim do Nirvana, cabe aos nossos sentimentos de fã imaginar como seriam os anos seguintes da banda e seus lançamentos.

Baseando-se nos dois EPs lançados, podemos garantir a presença de pelo menos duas canções que não foram colocadas no último álbum lançado, na ocasião, o In Utero. Como sobra desse disco, temos: “Sappy”, “I Hate Myself And I Want To Die”, que foram lançadas em compilações lançadas nos EUA, e, “Marigold” e Moist Vagina”, que fizeram parte, respectivamente, dos singles “Heart-Shaped Box” e “All Apologies/Rape Me”, mas que não foram comercializados nos EUA. Com isso, a presença dessas últimas duas músicas pode ser mais imaginada.

Além disso, vale destacar que para o lançamento do EP Blew, a banda realizou uma sessão de estúdio em setembro de 1989. Dela, foram aproveitadas “Stain” e “Been A Son”. Em Hormoaning, a banda preferiu utilizar as gravações realizadas no prestigiado programa de John Peel.

nirvana-in-utero-1994-pixel

Sendo assim, é bem provável que a sessão de estúdio, citada anteriormente, em janeiro de 1994, fosse para iniciar o trabalho de pelo menos três músicas inéditas e que viessem a fazer parte do Nirvana Lollapalooza EP. A banda, talvez, voltasse ao mesmo estúdio em junho de 1994 para finalizar o EP, aproveitando o intervalo entre o final da turnê europeia e o início da turnê do Lollapalooza, marcado para julho.

Dessa sessão, de concreto temos apenas “You Know You’re Righ”, que acabou sendo lançada postumamente, em 2002, e uma versão instrumental de “Ivy League”, canções que a banda tocou ao vivo em 1993. Como Kurt Cobain compareceu apenas a um dia da sessão, Krist e Dave acabaram trabalhando em algumas canções de Grohl e que poderiam fazer parte de um novo álbum da banda: “Exhausted”, “Big Me”, “Butterflies”, “Skid Marks” e “February Stars”.

Das canções de Grohl, Kurt já havia declarado gostar de “Exhausted” e “Alone + Easy Target”, que depois fizeram parte do primeiro disco do Foo Fighters. Logo, é possível imaginar a presença de alguma canção de Dave no Nirvana Lollapalooza EP.

NIRVANA LOLLAPALOOZA EP: POSSÍVEIS VERSÕES

A primeira versão que listo aqui é a que defendi acima:

  • “You Know You’re Right”
  • “Ivy League”
  • “Marigold”
  • “Moist Vagina”
  • “Exhausted”

A seguir, montei a versão, caso a banda desistisse de voltar ao estúdio antes do Lollapalooza e lançasse apenas as “sobras” do In Utero e a única nova música finalizada até a data do festival.

  • “I Hate Myself And I Want To Die”
  • “Marigold”
  • “Sappy”
  • “Moist Vagina”
  • “You Know You’re Right”

Claro que esse post especula um futuro que nunca tivemos. O Nirvana Lollapalooza Tour EP também poderia ter tido algumas canções acústicas, formato que Cobain começava a implementar na banda durante a turnê do In Utero. Entretanto, valeu conhecer um pouco mais sobre o capítulo do Nirvana na história do Lollapalooza.

E para você, como teria sido esse EP? Não deixe de comentar e até a próxima!

FONTES:
https://www.youtube.com/watch?v=7e07SkEBJng
http://www.livenirvana.com/sessions/studio/january-1994.php
http://articles.baltimoresun.com/1994-01-13/features/1994013146_1_lollapalooza-nirvana-silva
https://nirvana-legacy.com/2013/07/01/nirvana-lollapalooza-tour-ep-1994/
http://www.nirvanaguide.com/cancel.php
https://en.wikipedia.org/wiki/Nirvana_discography#Extended_plays
https://www.foofighterslive.com/sessions/dave-grohl-robert-lang-studio-jan-28---30-1994-24


Escrito por:

Leave a comment